Mais um texto sem inspiração

Uma coisa que me deixa louco é quando eu passo dias, semanas, meses pensando em um tema, tentando escrever sobre o maldito, fico tentando, começo, apago, reescrevo, bebo Nescau, escrevo mais um pouco e apago tudo, daí  de repente vejo um texto de colega de blog que escreveu um texto falando exatamente o que eu queria dizer. E hoje, assim que eu acordei e fiquei tentando imaginar um tema, me veio a pergunta “Porque escrever?”

Eu podia interpretar, poetizar, fazer uma canção falando que eu escrevo porque preciso, porque uma força do além me leva a escrever, que eu sofro pra poder escrever, e todo mundo ia acreditar. Mas não é verdade. Eu escrevo porque eu gosto, quero e tenho facilidade. Tirando os não sei quantos milhões de dólares por ano, as mulheres lindas atrás dele, as Ferraris e os Porches, porque vocês acham que o Messi joga futebol? Porque ele gosta e sabe jogar. Tão simples. Se eu, ao invés de ter uma facilidade pra escrever, tivesse um gosto por maquiagem, usasse calça apertadinha, tivesse voz fina e usasse chapinha no cabelo, eu ia ser cantor, e não escritor.  Mas é o que eu sei fazer direito.
Sou humilde
Mas pra quem eu escrevo? Bem, quem escreve e coloca no blog e diz que escreve pra si mesmo tá mentindo. Eu escrevo para que as pessoas possam ler e gostar. E quando elas gostam e dão uma resposta , me mandando um e-mail, comentando, curtindo ou me prestando pequenos favores sexuais, isso me dá mais vontade de continuar escrevendo.

Se bem que eu não tenho mais paz desde que comecei a escrever e por no blog, porque sempre aparece um pedindo pra fazer uma carta pra namorada, um depoimento pro Orkut, uma ajudinha com texto de teatro, um trabalho da escola. Vivem me pedindo pra corrigir tudo, ler e dizer o que eu acho sobre o assunto. As vezes eu nem leio e falo que está bom e que eu não mudaria nada, mas a vida é assim mesmo, desculpa ai pessoal. Mas vale muito a pena, é muito bom saber que algumas pessoas gostam do que eu escrevo, e alimentam o meu ego com comentários e email com declarações de amor.

Esse texto é pra justificar a minha ausência, já que no começo do blog eu postava todo dia, e pra falar que não precisam entrar em desespero, mas vou deixar um poço de escrever com a mesma freqüência que escrevia no começo. E pra fazer todo mundo comentar os próximos textos que eu botar aqui.

0 comentários:

Postar um comentário

... . ...

Acharam o fim da página... Uma salva de palmas para Sherlock Holmes, nosso mais paciente e ilustre leitor!